Gerenciamento de obras: 4 dicas para você conquistar mais resultados e economizar recursos



Gerenciamento de obras: 4 dicas para você conquistar mais resultados e economizar recursos

Pode parecer difícil, mas para desenvolver projetos eficientes e promover bons resultados na Construção Civil, é necessário investir em gerenciamento de obra, responsável por garantir o melhor uso possível dos recursos. Não é à toa que o engenheiro/arquiteto precisa de uma visão macro para elaborar e aplicar metodologias e processos que irão facilitar as atividades e trazer mais retorno para construtora. “Temos um complexo de atitudes a ser desempenhada, não sendo apenas a questão do bom projeto e excelente orçamento, mas incluindo todos os preceitos da execução de uma obra, como segurança, motivação da mão de obra e planejamento”, garante a Prof. Maria Izabel Ribeiro, mestre em Engenharia de Produção.


Diante dessa realidade, separamos quatro dicas para lhe ajudar no processo de gerenciamento e planejamento de obra. Confira:


1. Invista em novas tecnologias


Ao longo dos anos, novas tecnologias vêm surgindo e ganhando espaço no mercado, agilizando processos e economizando tempo e recursos. De acordo com a Prof. Maria Izabel, para construir edificações de alta qualidade, é preciso unir tecnologia e mão de obra de ponta. “É necessário investir em inovação tecnológica, abordando aplicativos e ferramentas eficientes de acompanhamento de obra, além da implementação do BIM (Building Information Modeling).” Nesse caminho, o cloud computing é um ótimo caminho. O software permite que os profissionais ganhem acesso facilitado e prático das informações, possibilitando o envio de revisões e atualizações sem problemas.


2. Melhore o controle das informações


Para realizar um bom planejamento, é fundamental alinhar todas as informações pertinentes ao projeto. Caso contrário, corre o risco de comprometer o orçamento, conduzir a erros e promover refações fora do cronograma. “Planejamento, execução e checagem dos resultados. Isso é um ciclo constante que deve ser obedecido durante o desenvolvimento da construção. Por exemplo, só vou executar quando toda minha questão de planejamento estiver certa e avaliada”, afirma.


Para que haja uma sincronia entre pessoas e atividades, as informações precisam estar disponíveis para a consulta de todos. Por isso, é importante que o gerente possa definir e controlar o acesso da equipe a todos os documentos. “O diário de obra é bastante utilizado no mercado. Nele, podemos arquivar todo o passo-a-passo da edificação.”


3. Gerencie seus processos


Para promover a sincronia dentro do planejamento de obras, é primordial definir quais são os processos, quem é o responsável por executá-los e quais os prazos de entrega ou finalização. “A função do gerente será justamente coordenar e agilizar o processo como um todo, garantindo bons resultados”, reforça a mestre em Engenharia de Produção. O ideal é criar um módulo de atividades em uma ferramenta online, sendo possível visualizar o que cada equipe está desempenhando e se tudo está correndo de acordo com o cronograma. Também conseguirá identificar gargalos e promover ações de melhoria.


4. Sincronia é sinônimo de qualidade


A sincronia entre pessoas e atividades está relacionada com a padronização de processos, bem como a manutenção da qualidade do ambiente de trabalho. “Durante o desenvolvimento do projeto, também é muito importante que os trabalhadores estejam motivados e sintam-se seguros”, destaca a Prof. Maria Izabel Ribeiro. Criar um checklist documentado, por exemplo, faz com que todos os profissionais apresentem o mesmo nível de exigência em suas tarefas, podendo existir uma sequência de recomendações, como verificação do local, pilares, confirmação com fornecedor e orientação aos funcionários.



INBEC

Pós-Graduação

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.