Crea/MG abre concurso para Engenheiros com remunerações de até R$ 8,4 mil



Crea/MG abre concurso para Engenheiros com remunerações de até R$ 8,4 mil

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea/MG) abriu na segunda-feira (5/8) as inscrições do novo concurso público, que está sendo organizado pelo Instituto Iuds.

 

O concurso público terá validade de dois anos, contados a partir da data da publicação da homologação da classificação final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a depender do órgão.

 

São 12 vagas imediatas e formação de cadastro reserva para os cargos de fiscal de nível superior na área de Engenharia e profissional de nível superior nas áreas de Civil, Geologia e Minas, Agronomia, Elétrica, Química, Mecânica e Metalúrgica, Segurança do Trabalho e Agrimensura. A remuneração será de R$ 8.483 para os aprovados exercerem jornadas de trabalho de 8 horas diárias.

 

Também serão acrescidos benefícios de assistência médica, assistência odontológica, vale alimentação/refeição de R$ 978, vale transporte, licença maternidade de 180 dias, licença paternidade de 10 dias e auxílio funeral de R$ 1.500, no caso de falecimento de cônjuge/companheiro (a), pai, mãe ou filhos.

 

Os interessados poderão se inscrever pelo site da banca organizadora até as 23h59 de 8 de setembro. A taxa de inscrição é de R$ 90 e os candidatos doadores de medula óssea ou inscritos no CadÚnico poderão solicitar isenção da taxa.

 

Para os candidatos com deficiência ficam reservadas 20% do total de vagas existentes e das que vierem a existir, por cargo, dentro do prazo de validade deste concurso público. Para candidatos negros também estarão reservadas 20% das vagas, no mesmo critério.

 

 

 

As exigências e atribuições dos cargos

 



  

A seleção será realizada por prova objetiva com disciplinas de língua portuguesa, raciocínio lógico (álgebra das proposições, argumentos análise combinatória, lógica, raciocínio lógico e matemáticas proposições conectivos, operações lógicas sobre proposições, equivalência lógica e implicação lógica), noções de direito administrativo e conhecimentos específicos de cada cargo.

 

Também haverá prova discursiva que terá o objetivo de avaliar o conhecimento técnico na área de atuação da especialidade, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da língua portuguesa.


 

Fonte:

- EM


INBEC

Pós-Graduação

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.