11 de Dezembro: Dia Nacional do Engenheiro



11 de Dezembro: Dia Nacional do Engenheiro

Neste dia 11 de dezembro é comemorado o Dia do Engenheiro. Conhecida como um dos cursos acadêmicos mais requisitados, a Engenharia é composta por diversas áreas: Civil, Agrícola, Elétrica, Naval, Química, Aeronáutica, Ambiental, dentre outras que formam esta vasta área.

 

A profissão foi regulamentada em 1933, através do decreto 23.569/33. Mais tarde, em 1966, o decreto foi revogado pela Lei no 5.194/66 de 24 de dezembro, que hoje representa a legislação vigente da regulamentação da profissão. A lei estabelece as condições e regras para o exercício da profissão, determinando direitos e deveres aos profissionais, além de impor condições no sentido de garantir proteção à sociedade, levando os profissionais a desempenharem suas funções com qualidade, responsabilidade e competência.

 

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, o Engenheiro, para exercer a profissão, deve ter registro nos Conselhos Regionais de Engenharia e Arquitetura (Crea). Junto com o Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura (Confea), o Crea é responsável pela fiscalização do exercício da profissão.

 

O Confea foi criado na mesma data e através do mesmo decreto, que foi considerado um marco na história da regulamentação profissional e técnica no Brasil. Na sua concepção atual, o órgão fiscaliza também outras profissões como Arquitetura, Geografia, Geologia e Meteorologia.

 

A data é destinada a toda a categoria dos Engenheiros, apesar de muitas vezes ser entendida como Dia do Arquiteto e do Engenheiro Civil, pois, naquela época, existia basicamente a Engenharia Civil, já que a indústria era incipiente. Não havia tantas modalidades de Engenheiros estabelecidas, como Mecânica e Elétrica, por exemplo.

 

A profissão é considerada como força motora para o desenvolvimento nacional e regional. É através da Engenharia, em suas diversas modalidades, que se torna possível todas as expansões na infraestrutura do país, garantindo melhoria na qualidade de vida dos brasileiros e seu crescimento econômico.

 

De consultores estratégicos a responsáveis por grandes projetos de infraestruturas ou analistas em fundos de investimento, Engenheiros saem da Graduação e, principalmente, da Pós-Graduação, com habilidades muito buscadas, como pensamento crítico, capacidade analítica e de resolução de problemas. É um universo de muitas possibilidades.

 

Salvação da lavoura, o Engenheiro está sempre ligado, semeia vida, rompe barreiras, protege o meio ambiente por inteiro, tem o poder da transformação. Confira a homenagem do Confea aos heróis do nosso dia a dia:

   


Conheça as atribuições, áreas de atuação e atividades dos profissionais da Engenharia e da Agronomia

 

A Resolução nº 1048/2013, aprovada pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), em 2013, consolida as áreas de atuação, as atribuições e as atividades profissionais relacionadas nas leis, nos decretos-lei e nos decretos que regulamentam as profissões de nível superior abrangidas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua.

 

A Resolução reúne o arcabouço legal que regula as competências profissionais. O documento fez-se necessário para esclarecer as atividades que podem ser desenvolvidas pelos profissionais da área de Engenharia e Agronomia.

 

1. Considerações Gerais

 

O Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), no uso das atribuições que lhe confere a alínea “f” do art. 27 da Lei nº 5.194, de 24 de dezembro 1966, e considerando que compete exclusivamente ao Confea baixar e fazer publicar as resoluções previstas para regulamentação e execução da lei, bem como proceder a consolidação e o estabelecimento das atribuições dos profissionais por ele abrangidos, conforme o Decreto-Lei nº 8.620, de 10 de janeiro de 1946; Confira tudo AQUI.

  


Pós-Graduação: Vale a pena investir em capacitação?

 

Independente da área de atuação, todo profissional sonha em conquistar uma boa posição no mercado. Nos últimos anos uma tendência vem surgindo e gerando muitos resultados, a Pós-Graduação. Só em 2015, 325.2 mil brasileiros se matricularam em cursos de Pós-Graduação, o dobro registrado em 2005, conforme indicam dados do Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). O fenômeno acontece, principalmente, devido a três fatores: aumento salarial, ganho de habilidades e surgimento de novas oportunidades.

 

Por isso, separamos alguns pontos importantes para os Engenheiros que desejam investir na educação superior, mas que não sabem por onde começar, seja um profissional experiente ou não. Confira AQUI.

  


Fontes:

- Virtual Guia

- Confea

- Dia do Engenheiro: diversidade de áreas é atrativo na profissão

- Dia do Engenheiro: saiba mais sobre essa profissão e baixe um especial da carreira!

- 11 de Dezembro: DIA DO ENGENHEIRO


INBEC

Pós-Graduação

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.