Você sabe o que é Geociências?



Você sabe o que é Geociências?
(Foto: Imperial College London/Reprodução)
 

Já pensou em trabalhar na indústria petrolífera, com Paleontologia ou Gestão Ambiental? Todas essas possibilidades estão abertas para quem se forma em Geociências. A profissão exige profissionais com interesse em áreas variadas, e o curso oferece conhecimentos amplos. Com tanta variedade de conhecimentos, quem se forma em Geociências tem uma grande gama de opções de mercado.

 

Conheça mais sobre o curso de Geociências e a área de trabalho de quem é formado com isso:

  


Trabalhando com Geociências

 


(Foto: Geoscience Ireland/Reprodução)

 

Ao cursar Geociências, o profissional pode atuar como Geólogo analisando o processo de formação e transformação da crosta terrestre, os processos naturais de erosão e desertificação, além da possibilidade de realização de estudos sobre fósseis e minerais.

 

Além da Geologia, a área de Geociências também engloba a Mineralogia, a Petrologia, a Geoquímica, a Geofísica, entre outros ramos. Um Geofísico pode atuar como Engenheiro Geológico, Geólogo Ambiental, Geólogo Forense, Geólogo de Petróleo, Paleontólogo ou Geofísico, por exemplo. Alguns locais de atuação podem ser museus, institutos, órgãos públicos, escolas, ONGs, iniciativas de projetos sobre o assunto, entre outros.

  


O Curso de Geociências

 


(Foto: Geoscientists Canada/Reprodução)

 

Durante a graduação, que dura aproximadamente 5 anos, aparecem na grade curricular matérias mais básicas como Física, Matemática e Biologia. Conforme o curso vai avançando, são inseridas disciplinas mais específicas, como Petrografia e Paleontologia (ciência que estuda os fósseis e o passado da vida na terra), Geologia, Astronomia, Mineralogia etc. O estudante também deverá realizar estudos de campo, o que aumenta a familiaridade com a profissão que escolheu seguir.

 

Além dessas disciplinas, o estudante também irá se deparar com outras voltadas para a licenciatura, como Psicologia e Educação, para que os profissionais que desejam seguir a docência formem-se preparados para tal.

 

No Brasil, as maiores oportunidades estão na indústria petrolífera e na mineração. A atuação na gestão ambiental também vem crescendo bastante, principalmente por conta da preocupação com o meio ambiente.

 

Também há possibilidade de atuar na área de pesquisa, voltado para a Academia de fato. Geralmente as próprias universidades oferecem espaços para que os alunos ingressem nessa área, aprimorando ainda mais os conhecimentos que têm sobre as Geociências.

  


O que é Geociências?

 


(Foto: Centre of Training Excellence in Mining/Reprodução)

 

Área que abrange disciplinas científicas sobre o estudo da Terra, as Geociências analisam rochas, atmosferas, placas tectônicas, oceanos, entre outras composições do planeta. Por isso, profissionais do ramo têm conhecimentos de Geologia, Oceanografia, Topografia ou Mineralogia, de acordo com a especialização escolhida.

 

Quando não estão analisando amostras em laboratórios, profissionais de Geociências partem para campo. Realizam estudos tanto em desertos ou florestas quanto em áreas urbanas, auxiliando especialmente grandes obras.

 

De acordo com a especialização escolhida, Geocientistas realizam pesquisas sobre erosão do solo, análise topográfica de terrenos, terremotos e vulcões. Eles também estudam as rochas, suas composições, exploram e analisam jazidas minerais, carvão, gás natural e petróleo, além de analisarem o clima para compreenderem como todos os elementos e características do planeta interagem entre si.

 

Tão intrigantes para o homem quanto outras disciplinas científicas, as Geociências surgiram com as primeiras civilizações da antiguidade, especialmente gregos e egípcios. Os filósofos gregos, por exemplo, foram os primeiros a questionar sobre a origem e composição de rochas, características da terra, do mar e da atmosfera que os cercavam. Ao longo dos séculos, o aparecimento de fósseis e tentativas de desvendar a ocorrência de terremotos, estimulou ainda mais os estudos na área – muitas vezes contestados pelos dogmas da Igreja Católica.

 

Diversos cientistas elaboraram estudos nas áreas de Geociências e, entre eles, se destacou o trabalho do escocês Charles Lyell, que em 1830 escreveu a obra “Princípios da Geologia”, em que não só citava aspectos físicos, mas também químicos e biológicos da composição de elementos terrestres, como rochas e fósseis. No século XX, o surgimento de diversas tecnologias permitiu a datação da idade das rochas e com essa análise, cientistas puderam determinar características importantes da vida na Terra.

 

Ao sugerir que há 200 milhões de anos os continentes estavam juntos em uma única massa continental, o geofísico alemão Alfred Wegener se tornou mundialmente famoso e marcou para sempre os estudos na área de Geociências. Em 1915 ele publicou seu livro “A Origem dos Continentes e dos Oceanos”. Entre outras ideias, ele defendia Teoria da Tectônica das Placas para descrever os deslocamentos dos continentes ao longo dos anos.

  


Especializações

 


(Foto: Mi Próximo Paso/Reprodução)
 

Na grande área Geociências há inúmeras especializações que podem ser escolhidas de acordo com a área de estudo desejada. Confira quais são as principais:

 

Cristalografia – estuda e classifica cristais de acordo com suas estruturas, formas e leis que determinam o processo de formação.

Estratigrafia – estuda as possibilidades e características de estratos ou camadas de solos e rochas formadas em um determinado corte geológico.

• Geologia Ambiental – estuda como o homem interage com os ambientes da Terra para minimizar impactos e a degradação ambiental, evitando, por exemplo, enchentes e deslizamentos.

Gemologia – analisa e identifica pedras preciosas, bem como determina suas características, formações e classificação.

Geofísica – investiga fenômenos físicos que afetam a Terra, como magnetismo, abalos sísmicos, gravidade e fenômenos elétricos.

Geologia do Petróleo – localiza e explora reservas petrolíferas de gás natural para captação de recursos energéticos.

Hidrogeologia – estuda a ocorrência de água subterrânea em lençóis freáticos, exploração e formas de utilização desses recursos hídricos.

Mineralogia – dedica-se ao estudo da composição química, propriedades físicas, estrutura, aparência e ocorrências de rochas e minerais.

Pedologia – analisa as características do solo, sua formação, origens e classificações.

Petrologia – pesquisa a origem, ocorrência e estrutura e história da formação das rochas e minerais.

Sismologia – estuda as ondas sísmicas e terremotos gerados pelas placas tectônicas.

  


Áreas de atuação profissional

 


(Foto: Drexel University/Reprodução)

 

• Pesquisa em Universidades e centros de ensino superior

• Docência em Universidades e outras instituições de ensino

• Empresas e Companhias de Mineração

Empresas e Companhias de extração e exploração de petróleo

• Laboratórios e Companhias de pesquisa científica geológica

  

Para atuar na profissão, formados em devem estar inscritos no Conselho de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de seu respectivo estado.

  

 

Confea presente no Congresso Brasileiro de Profissionais das Geociências

 


(Foto: Confea/Reprodução)
 

Em maio deste ano, o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) marcou presença no Congresso Brasileiro de Profissionais das Geociências (ProGEO) com estande, publicações e a participação de representantes institucionais.

 

Aos presentes na cerimônia de abertura do evento, o chefe de Gabinete do Confea, Eng. Agr. Luiz Antonio Rossafa, levou mensagem de reflexão do presidente Joel Krüger aos que em setembro próximo irão participar das discussões do Congresso Nacional de Profissionais (CNP), cujo tema é Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional.

 

 

ProGEO


(Foto: Confea/Reprodução)
 

O Congresso Brasileiro de Profissionais das Geociências foi realizado entre 14 e 17 de maio de 2019, em São Paulo, pela Federação Brasileira de Geólogos (Febrageo), entidade ligada ao Sistema Confea/Crea. Congregou Geólogos e Engenheiros, Geógrafos, Meteorologistas, Geofísicos, Oceanógrafos e Agrônomos com empresários, pesquisadores, docentes e estudantes que desenvolvem atividades profissionais, pesquisa, ensino e inovação em Geociências.

 

“A ideia é promover integração entre os profissionais das Geociências com os profissionais da Engenharia em discussões acerca de temas políticos e técnicos, de modo a fortalecer a valorização profissional tanto no mercado de trabalho quanto dentro do governo”, explicou o presidente da Febrageo, Geol. Fábio Reis, em entrevista ao Confea em janeiro passado, durante a organização do evento.

 

Foram quatro dias de atividades técnico-científicas com a participação de representantes do setor profissional de empresas públicas e privadas, órgãos federais e estaduais, pesquisadores e representantes do Confea e dos Creas.

 

 

Fontes:

- Por que estudar Geociências

- Geociências

- Confea presente no Congresso Brasileiro de Profissionais das Geociências

     

INBEC

Pós-Graduação

Educar, formar e preparar Profissionais dentro das normativas aplicáveis ao ensino superior.